CARTAS AOS BLOGUEIROS EM CONFRATERNIZAÇÃO

No dia 18, um grupo de blogueiros vai estar em confraternização num restaurante na Parque Expo, aqui em Lisboa. Por troca de agenda, vi-me impossibilitado de estar presente (é certo que vou estar noutra confraternização pelo rio Douro acima, o que equilibra). Quero desejar a todos que o convívio decorra bem e que novas e estimulantes amizades se produzam.

O fenómeno dos blogues, por recente, merece a pena ser estudado. E era minha intenção estabelecer contactos informais, criar uma rede de novos blogues, para os poder estudar (como fiz num outro convívio em Vila Nova de Gaia, a 1 de Maio, publicando aqui os resultados de um pequeno questionário, e como escrevi no último número da revista MediaXXI, a partir de um inquérito que enviei aos meus blogues favoritos). Mais tarde ou mais cedo, dedico-me a um estudo mais sério do fenómeno (talvez no decurso do ano lectivo 2005-2006, se nada de surpreendente acontecer e a FCT apoiar financeiramente uma bolsa de pós-doutoramento).

blogue4.jpgCuriosamente, foi em 18 de Setembro de 2003 que o Jornal de Notícias (Porto) publicou, na sua primeira página, o título aqui ao lado. E, nesse mesmo dia, a RTP fazia uma ligação para Braga, onde Manuel Pinto, professor da Universidade do Minho, falou dos blogues, em directo para o Telejornal das 20:00.

É que, em 18 e 19 de Setembro, realizar-se-ia o primeiro encontro de blogues [na altura grafava-se o termo blog ou weblog], em Braga, na Universidade do Minho. Tudo por iniciativa de Manuel Pinto e de outros colegas da sua escola, e que teve a adesão de Paulo Querido e Pedro Fonseca, blogueiros e jornalistas respectivamente do Expresso e do Público, grandes animadores desse encontro e que, depois, publicariam textos significativos nos seus jornais (ver os dois recortes seguintes). Sem esquecer Jose Luis Orihuela, da Universidade de Navarra, com a sua sabedoria e entusiasmo na área do jornalismo digital. [adenda colocada às 8:30: chamo a atenção para o texto de Manuel Pinto, de hoje, no seu blogue Jornalismo e Comunicação, que remete para uma reflexão de Pacheco Pereira].

blogue2.JPG

blogue3.jpg

Nessa altura, eu estava a concluir um texto sobre a história da rádio (ainda não publicado) e apresentei uma comunicação em que comparava a história dos blogues com essa outra tecnologia electrónica da minha paixão. Eu considerei que os blogues, portadores de uma nova cultura, favoreciam a pedagogia. Tinha em vista o reforço do trabalho desenvolvido na sala de aula, conforme a minha própria experiência, defendendo que memória e interactividade eram dois elementos dessa nova cultura.

Além da parte de intervenções e debates, houve também um pequeno momento de convívio, um blogbeer, numa praça central de Braga, à noite. A temperatura ainda estava amena e a cavaqueira prolongou-se por mais de duas horas. A imagem aqui dá conta de um pormenor, esperando eu que os meus amigos e colegas António Granado, à esquerda, e Joaquim Fidalgo, à direita, não se importem de eu publicitar esta pose [vejo agora que a minha cerveja já tinha “voado”].

blogue1.jpg

Observação: como escrevo no início do post, no fim-de-semana vou estar entre o Porto e Trás-os-Montes, a reencontrar amizades e paisagens. O blogue fica em descanso por três dias. Talvez na segunda-feira conte alguma coisa da parte final dos debates que a Abril em Maio promove nestes dias sobre a construção das notícias.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.