Gulbenkian

Artur Santos Silva, presidente e fundador do banco BPI, foi eleito presidente da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), em substituição de Emílio Rui Vilar, que termina funções em 2 de Maio de 2012 (imagem da página do Diário de Notícias de hoje). Artur Santos Silva, membro não executivo do conselho da FCG desde 2002, será responsável pela representação da Fundação, assegura a coordenação geral e preside às reuniões semanais do conselho de administração. Ao mesmo tempo, mantém as funções de presidente do conselho de administração do banco BPI. O novo dirigente da FCG nasceu no Porto em Maio de 1941 e esteve ligado à criação da Fundação de Serralves (Porto), foi o primeiro responsável da Porto Capital da Cultura de 2001, presidiu à comissão organizadora das comemorações do primeiro centenário da República (2010) e preside ao conselho de fundadores da Casa da Música (Porto).


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.