Telecomunicações portuguesas

Em Janeiro de 1992, há vinte anos, publicava o livro História das Telecomunicações em Portugal, 1877-1990. Contributos para a sua Compreensão, em edição da empresa Telefones de Lisboa e Porto (mais tarde englobada na Portugal Telecom). A ligação para o ficheiro completo do livro,de 262 páginas a cores e com imagens, está aqui.

Não sei onde guardei o ficheiro electrónico do texto, pelo que para extrair uma parcela dele tenho de voltar a escrevê-la, processo trabalhoso num tempo de computadores e internet. Recordo a alegria de ver a dupla capa, pois por baixo desta há uma capa de cor cinzenta, dura e com cadernos cosidos, e as provas de texto e imagens numa tipografia na avenida Infante D. Henrique (Lisboa), ainda o pavimento da rua era de paralelepípedo, muito antes das melhorias introduzidas pela Expo’98.

Parte substancial da pesquisa documental foi feita na Biblioteca Municipal do Porto, onde folheei jornais e revistas. Outra parte interessante do trabalho foi escolher imagens do arquivo fotográfico da empresa. Muitos dos anúncios foram retirados de revistas de época, de um coleccionador que me emprestou, e de magníficos cartazes, cujos últimos exemplares estavam quase abandonados.

Aqui, ao lado e em baixo, cartazes de Cunha Barros e Carlos Botelho, divulgados entre 1930 e 1935, e que já reproduzi aqui em outras ocasiões (com perda das cores originais), mostram a superioridade da nova tecnologia de então, o telefone automático, porque era mais veloz e confortável.

A ergonomia e a cor única (preto) do pequeno equipamento faz-nos sorrir hoje pela sua afinal pouca comodidade e pouca versatilidade. A última imagem mostra um interior de central com telefonistas (antes dos telefones automáticos), com auscultador e microfone de peito para dialogar com os clientes (assinantes) e estabelecer as chamadas.

Numa nomenclatura própria, posso integrar as telecomunicações nas indústrias culturais. Especialmente hoje, muito do entretenimento como a televisão por cabo e satélite passa por aquela actividade.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.