História do Rádio Clube Português (5)

O quinto episódio da história do Rádio Clube Português apareceu no nº 8, de 15 de Junho de 1965, da revista Antena. O texto repartiu-se em quatro elementos, cobrindo o ano de 1936: orquestra radiofónica da estação, resolução do problema da publicidade, novos colaboradores como Mary Tarrant (conhecida durante décadas apenas como Mary), e campanha para o associado número dez mil. Numa altura em que a indústria fonográfica ainda era pouco importante no nosso país, as estações de rádio criaram as suas orquestras amadoras que apoiavam as emissões em direto tocando música variada, ligeira e de dança, como se lê no texto.

A orquestra seria dirigida por Samuel Miguens, professor em Lourenço Marques (atual Maputo, capital de Moçambique), após ensaios de dois meses. A orquestra tinha os seguintes músicos: Elvira Borsatti, Irene Dinis, António Fernandes da Silva, António Freire Garcia, Artur Esteves, Artur Santos, David Pio, Duarte Ferreira Pestana, Joaquim da Costa Mendonça, José Semedo Velez, Luís Pereira e Mário Santos. Podia crescer até mais sete músicos, professores como escreveu o autor do texto, caso as necessidades das composições a tocar.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.