Rádio Clube Português – quase cem programas de rádio em 1968

Em três números sucessivos, no início de 1968, a revista Plateia mostrou as principais caras da programação do Rádio Clube Português (para ler melhor, com ampliação, clicar em cima das imagens). Na longa lista de programas, a maior parte deles deviam-se a produtores independentes, que procuravam criar estilos característicos e ter locutores próprios.

Alguns dos programas marcaram a história da rádio em Portugal: Onda do Otimismo, Talismã, Diário do Ar, Jornal dos Espetáculos, Programa à Gô-Gô, Companheiros da Alegria, Clube do Disco, Clube das Donas de Casa, Parodiantes de Lisboa, PBX, Encontro no Ar. O que mais me marcou foi Em Órbita. Sonarte, Produções Gilberto Cotta e Parodiantes de Lisboa eram alguns dos produtores dos programas do Rádio Clube Português. Um dispositivo habitual da época, em especial nos programas de ondas médias, era a existência de um par de locutores por emissão, habitualmente um homem e uma mulher. Vários dos apresentadores, já desaparecidos, chegaram a vedetas na televisão (RTP): Fialho Gouveia, Gomes Ferreira, Jorge Alves, Maria Helena d’Eça Leal, Fernando Curado Ribeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.