Medição de audiências de televisão

Há dias, li uma notícia sobre a atual situação de medição de audiências de televisão. A Marktest, que perdeu a licença para essa medição a favor da GfK, continua a produzi-las. O modelo da GfK ainda não está (estava) estabilizado e a CAEM decidiu manter até ao final deste mês a elaboração de audiências pela Marktest. A notícia avançava com discordâncias dentro do grupo de canais de televisão, com a RTP e a TVI a duvidarem dos futuros resultados da GfK por duas razões: sobreavaliação dos lares com cabo, dificuldades de deteção de algumas frequências de sinais por parte dos equipamentos em teste pela GfK. Do lado desta, encontram-se as duas distribuidoras de televisão por cabo (PT e Zon) e a SIC. Compreende-se a posição deste segundo grupo: a SIC tem uma boa penetração no mercado de televisão a pagamento; as distribuidoras de televisão, que controlam bem o mercado, veem uma possibilidade de liderança mais confortável nas audiências.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.