Independência, avaliação e qualidade no serviço público de televisão e rádio – a perspetiva do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho

  • Recusa da venda, concessão ou retalhamento do serviço público
  • Aposta numa oferta diferenciada que se distinga dos privados
  • Avaliação da prestação do serviço público de rádio e TV por entidades independentes
  • Valorização das novas plataformas da TV digital

São “quatro ideias fortes da tomada de posição do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, a propósito das medidas que o Governo está a estudar e no quadro do debate público que tem vindo a ocorrer no nosso país, mas com repercussão internacional”. Ler a totalidade do texto aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.