Ver Marilyn pelos olhos de Wharol

Em Andy Wharol gosto das séries da sopa Campbell’s, banana, Coca-Cola, até do Mao. Mas a série Marilyn Monroe é a melhor. Um ícone das indústrias culturais, desaparecida tragicamente, com um culto até aos nossos dias, em exposição numa sala do MoMA.

À obra, eu junto os espectadores. Uma não pode ser dissociada dos outros.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.